Sábado, 03 de Março de 2012

Um pouco incentivada pelo meu pai a dedicar-me a um género de leitura diferente daquele a que estou habituada – os meus eternos clássicos! – embrenhei-me numa grande pesquisa de autores (quando digo grande, significa que arranjei títulos suficientes para me preencherem nos próximos dez anos!). Estava com dúvidas sobre se havia de começar por ler filósofos ou antes temas da atualidade, ou ainda, biografias das grandes personalidades (das melhores e das piores!). Optei pela segunda hipótese.

 

Este livro, de autoria de Mário Soares – uma personalidade que tenho em grande apreço e consideração – fala-nos do começo da crise económica e financeira que vivemos atualmente e da histórica eleição para o Presidente dos EUA em 2008 (da qual saiu vencedor Barack Obama) e reúne uma série de crónicas do autor publicadas em diversos jornais num período compreendido entre Dezembro de 2007 e Fevereiro de 2009.

 

Embora siga em linha o pensamento de Mário Soares, penso que mesmo discordando de algumas posições ou opções ideológicas, este livro esclarece o porquê e a origem de tão malfadada crise que se prolonga até aos dias de hoje e parece não ter prazo de validade; além disso, coloca muitos dedos nas feridas e aponta soluções.

 

Todavia, enquanto lia o livro, não pude evitar sentir constantemente uma enorme frustração e uma total impotência ... isto porque, muitos dos males que Soares acreditava estarem já mal na altura, mantêm-se atualmente, quase quatro anos depois, sem grandes esperanças de melhoras... a total inação da União Europeia, a tendência preocupante deste “diretório europeu” em que são os países mais fortes economicamente que ditam o rumo dos países mais frágeis, esquecendo por completo a essência da União Europeia como centro de tomadas de decisão em consenso, a completa falta de regulação dos mercados – que todos atacaram mas que nada fazem para resolver, e (para mim) esta estranha manutenção da ideologia liberal (para não lhe chamar neoliberal) que prepondera e prevalece na Europa e que, para os que já se esqueceram, foi a origem de todo este mal económico e financeiro (com toda a questão da especulação financeira, do subprime americano, do capitalismo selvagem e de casino totalmente desregulado, a chamada “mão invisível” do mercado) -  nesta altura em que mais precisámos do Estado Social é quando nos querem fazer acreditar que foi por culpa dele que estamos hoje onde estamos, e ele não foi o responsável, bem longe disso! Mário Soares faz uma análise curisosa - foi para ele  (Estado Social) que se viraram quando inúmeros bancos entraram em falência, nacionalizaram os bancos por esse mundo fora, utilizando o dinheiro dos contribuintes para “tapar” o devaneio de uns certos investidores e de uns certos gestores que, aparentemente, sairam de tudo isto impunes (!); no entanto, vêm agora dizer-nos que o Estado deve ser mínimo (?). Pergunto-me, mas será que não aprenderam nada com o mal da origem desta enorme crise!?

 

Não sou perita no assunto, nem tão pouco posso ir ao fundo da questão sem cair nalguma demagogia, mas a verdade é que este livro me abriu os olhos para o que foi o começo desta crise, que parece esquecida e erradamente associada ao Estado Social e que desde 2008 que é uma crise internacional com implicações terríveis para todos os estados e não apenas desde Junho de 2011 como alguns julgam ou tendem a fazer crer (!).

 



publicado por Clara às 10:27
O que nos move é a Paixão de Ler. Este blogue será dedicado às nossas leituras. É um espaço aberto para esgrimir opiniões sobre aqueles que são os nossos melhores amigos na solidão - Os Livros.
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
30
31


arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
tags

642 things to write about

a arte perdida de guardar segredos

a cabana do pai tomás

a casa do destino

a fada do lar

a melodia do adeus ; nicholas sparks

a última carta de amor

aconteceu em roma; nicky pellegrino

além tejo

alessandro barricco

allan percy

amo-te teresa

amor e sedução segundo jane austen

amor utopia ou realidade?; valerio albis

ann brashares

ann radcliffe

as esquinas do tempo

as farpas

as mulheres casadas não falam de amor; m

as raparigas da villa

as serviçais; the help; kathryn stockett

as velas ardem até ao fim

carlos quiroga

catarina pereira araújo

charles dickens

colleen mccullough

como tornar-se doente mental

conto

cristina boavida

daniel j. skrasmesto

david copperfield

de mãos dadas com a perfeição

diana gabaldon

eça de queiroz

einstein para despistados

em nome da memória

em terra de cegos

espero por ti na abissínia

eva rice

evie blake

f scott fitzgerald

francesco alberoni; sexo e amor

gabriel garcia márquez

gabriel's inferno

gabriel's rapture

gabriel's redemption

gaby hauptmann

gary chapman; as cinco linguagens do amo

gente feliz com lágrimas

gentleman; klas ostergren; romance polic

guia para um final feliz

h.g. wells.

harriet

henry miller

j.l. pio abreu

j.r. r.tolkien

jane eyre

jasper fford

joão de melo

john boyne

jojo moyes

jonas jonasson; o centenário que fugiu p

jorge amado

josé rodrigues dos santos; o homem de co

kevin brockmeier

lauren henderson

lea vélez

lisa keyplas

luís sepúlveda; conto

mar morto

mário salgueiro

mário soares

mark twain

mary balogh

mataram o s.n.s.

meg cabot

million dolar baby; f.x. toole

mulher procura hotel de cinco estrelas c

nicky pellegrino

o amor nos tempos de cólera

o grande amor da minha vida. paullina si

o grande gatsby

o hobbit

o livor do amanhã; cecelia ahern

o meu encontro com a vida; cecelia ahern

o principezinho; a.g. roemmers

o rapaz da porta ao lado

o rapaz do pijama às riscas

o regresso do jovem príncipe

o segredo de sophia

o sorriso ao pé das escadas

obrigada pelas recordações; cecelia aher

olhos de cão

orlando

os mistérios de udolfo

outlander- nas asas do tempo

pássaros feridos

peito grande ancas largas; mo yan; guan

perca o peso certo; bob harper; a dona d

policial

todas as tags

RSS
blogs SAPO