Sábado, 10 de Novembro de 2012

 

 

 

 

 

 

 

Eu sou apaixonada pelo original "O Principezinho". Foi-me oferecido em criança e quando o li a primeira vez não gostei. Achei o livro chato e não entendi o porquê de a minha Mãe mo ter oferecido.

Mais tarde na adolescência li, gostei mais um pouco mas novamente não entendi o impacto que este livro tinha no mundo.

Mais tarde já no início da minha vida adulta apaixonei-me pelo livro, pelo conceito de vida que ele expressa, pela escrita simples e agradável que nos confronta com verdades dos adultos, mostrando-nos que isto das "VERDADES" é algo instituído e muito mais relativo do que estamos habituados a pensar. Este é na minha opinião um livro de adultos pesado na sua simplicidade.

 Desde o  momento em que verdadeiramente compreendi o livro procurei informação acerca do autor e senti uma consternação profunda pelo tipo de morte que teve ainda jovem. Quando os autores são muito bons morrem sempre demasiado cedo, porque a obra que deixam não é mesmo o suficiente.

Olhei para "O Regresso do Jovem Príncipe" com um misto de curiosidade, ansiedade em ler e medo da desilusão.

Devo dizer que no final não me desiludi. Tendo sido escrito por outro autor  - A.G.Roemmers - penso que conseguiu capturar no livro a essência da continuação do primeiro. Este livro alia a mesma simplicidade de escrita a uma visão positiva da vida que muitas vezes nos faz falta. A minha frase preferida encontra-se abaixo exposta, sendo que o é unicamente porque me revejo nela no momento da vida em que me encontro agora:

 

Dar graças pelas Dificuldade? (...)

- Sim porque nos permitem crescer e ascender ao longo do caminho da perfeição. Se os obstáculos na nossa vida forem encaixados sob esta Luz favorável, perderemos menos tempo a queixar-nos deles e levaremos uma vida mais preenchida."

Esta é apenas um dos ensinamentos, dos quais o livro está recheado. Em cada página existe um apelo a nós mesmos para melhorarmos, para nos ligarmos aos outros seres humanos, para fazermos mais e melhor e para pouparmos energia nas lutas internas para as quais não temos solução e que muitas vezes nos são impostas por princípios em que nós mesmos não acreditamos.

 

É um livro que certamente merece ser lido e relido...

 



publicado por Eva Sousa às 14:11
Uma das minhas maiores vergonhas literárias é nunca ter lido o Principezinho!! lol
Vera a 12 de Novembro de 2012 às 10:38

Vera,
É um livro agradável e rápido de se ler e acho que vale cada momentinho, em pouco espaço "literário" encontra-se uma profundidade de ensinamentos que nos acompanham na vida :)

Beijinhos
Eva Sousa a 12 de Novembro de 2012 às 11:21

"Tornas-te eternamente responsável por aquilo que cativas."

Eu já li o principezinho. Primeiro custou a entranhar mas com calma tiram-se de lá grandes lições de vida. A minha preferida é a que acima transcrevo.

Ando a tentar interessar o meu filho pela leitura deste livro que estará em estudo nas aulas dele, mas não tenho sido bem sucedida infelizmente. Quem sabe um dia ele entenderá a beleza deste texto...

Entretanto, não sabia desta obra e acho que será muito interessante de ler. Parece-me que o principezinho está um homenzinho...
Sandra F. a 12 de Novembro de 2012 às 20:10

Também é das minhas frases preferidas, acho que encerra muito do que são as nossas relações com as pessoas. :)
Eva Sousa a 12 de Novembro de 2012 às 22:08

O que nos move é a Paixão de Ler. Este blogue será dedicado às nossas leituras. É um espaço aberto para esgrimir opiniões sobre aqueles que são os nossos melhores amigos na solidão - Os Livros.
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
tags

642 things to write about

a arte perdida de guardar segredos

a cabana do pai tomás

a casa do destino

a fada do lar

a melodia do adeus ; nicholas sparks

a última carta de amor

aconteceu em roma; nicky pellegrino

além tejo

alessandro barricco

allan percy

amo-te teresa

amor e sedução segundo jane austen

amor utopia ou realidade?; valerio albis

ann brashares

ann radcliffe

as esquinas do tempo

as farpas

as mulheres casadas não falam de amor; m

as raparigas da villa

as serviçais; the help; kathryn stockett

as velas ardem até ao fim

carlos quiroga

catarina pereira araújo

charles dickens

colleen mccullough

como tornar-se doente mental

conto

cristina boavida

daniel j. skrasmesto

david copperfield

de mãos dadas com a perfeição

diana gabaldon

eça de queiroz

einstein para despistados

em nome da memória

em terra de cegos

espero por ti na abissínia

eva rice

evie blake

f scott fitzgerald

francesco alberoni; sexo e amor

gabriel garcia márquez

gabriel's inferno

gabriel's rapture

gabriel's redemption

gaby hauptmann

gary chapman; as cinco linguagens do amo

gente feliz com lágrimas

gentleman; klas ostergren; romance polic

guia para um final feliz

h.g. wells.

harriet

henry miller

j.l. pio abreu

j.r. r.tolkien

jane eyre

jasper fford

joão de melo

john boyne

jojo moyes

jonas jonasson; o centenário que fugiu p

jorge amado

josé rodrigues dos santos; o homem de co

kevin brockmeier

lauren henderson

lea vélez

lisa keyplas

luís sepúlveda; conto

mar morto

mário salgueiro

mário soares

mark twain

mary balogh

mataram o s.n.s.

meg cabot

million dolar baby; f.x. toole

mulher procura hotel de cinco estrelas c

nicky pellegrino

o amor nos tempos de cólera

o grande amor da minha vida. paullina si

o grande gatsby

o hobbit

o livor do amanhã; cecelia ahern

o meu encontro com a vida; cecelia ahern

o principezinho; a.g. roemmers

o rapaz da porta ao lado

o rapaz do pijama às riscas

o regresso do jovem príncipe

o segredo de sophia

o sorriso ao pé das escadas

obrigada pelas recordações; cecelia aher

olhos de cão

orlando

os mistérios de udolfo

outlander- nas asas do tempo

pássaros feridos

peito grande ancas largas; mo yan; guan

perca o peso certo; bob harper; a dona d

policial

todas as tags

RSS
blogs SAPO