Domingo, 20 de Julho de 2014

"O meu encontro com a vida" relata a história duma rapariga irlandesa , a Lucy, que tem a vida num caos.

O namorado que ela adorava deixou-a, no dia seguinte perdeu o emprego, e mentiu a toda a gente..

Ao fim de três anos vivia totalmente isolada com o seu gato o Mr. Pan, e toda a sua vida era desconhecida dos seus amigos e familiares. Habituara-se a não confiar em ninguém e a contar nada para não ter de mentir.

A família percebendo que algo de estranho se passava e que ela não andava bem marcaram um encontro com a vida de Lucy. Neste livro a Vida é uma pessoa, que sabe tudo sobre Lucy e organiza os eventos de tudo o que acontece a Lucy, este encontra-se assim com ela e passa a segui-la para lhe dar oportunidade de endireitar tudo o que está menos bem.

Nesta jornada Lucy volta a ser feliz, a viver com objectivos, reaprende o gosto pela Vida, e aprende que mais importante do que impressionar quem quer se ja é ser-se honesto.

 

O livro é escrito pela Cecelia Ahern, uma das minhas escritoras preferidas e junta na medida certa a reflexão de temas sérios com a comicidade que lhe é própria.

 



publicado por Eva Sousa às 16:05
Quarta-feira, 02 de Julho de 2014

A primeira vez que vi os livros do Sylvain Reynard referenciados numa lista de leitura foi em 2012. Nessa altura eu tinha lido As Cinquenta Sombras de Grey e de certa forma a minha curiosidade para o género erótico foi despertada. Depois de ler o Grey a minha dúvida era se seria tudo tão mau como nesta trilogia ou se haveriam alguns livros que cumprissem os requisitos mínimos. Apesar de algumas referencias e tentativas de vender a obra do Sylvain Reynard à custa da famosa trilogia, a verdade é que pouco ou nada há em comum entre as duas. Contudo isso não impediu de se fazerem associações e a editora portuguesa, A Saída de Emergência, promoveu o livro à custa do outro. Uma má jogada que afastou leitores, deu aos livros capas horríveis, excepto talvez no último, e desiludiu quem como eu tinha lido o original e esperava a edição portuguesa para ter na estante. A bem da verdade é preciso dizer que esta jogada também aconteceu lá fora, basta procurar um pouco.

 

 

Como dizia o primeiro livro, Gabriel's Inferno estava nessa dita lista de livros a ler no pós 50 sombras. Chamou-me atenção pelo título, a leitura da sinopse despertou-me a curiosidade pois se há história que eu adoro é de alunos que se apaixonam por professores ou então preceptoras pelos seus patrões. Contudo foi a leitura do excerto disponível na Amazon que me arrebatou e me decidiu a ler o livro o mais depressa que pudesse. Se há coisa que resulta bem em literatura romântica são duas pessoas que no inicio da historia se antagonizam. Jane Austen sabia disso quando escreveu Orgulho e Preconceito em 1813. Podem passar-se anos, séculos que será sempre uma leitura mais agradável e mais aliciante do que quando os protagonistas da história simpatizam logo um com o outro. Quando há uma antipatia inicial há todo um percurso a percorrer até ao primeiro beijo, o primeiro toque, etc. Se esse percurso for minimamente bem feito temos a certeza que não nos iremos enfadar.

Aqui temos duas pessoas diferentes por um lado a tímida e doce Julianne e do outro o Professor Gabriel Emerson, um homem a quem nunca faltou companhia feminina e que logo desde o inicio se sente atraído pela sua aluna. É uma atracção proibida não só porque a Universidade de Toronto proíbe severamente as relações extracurriculares de alunos e professores mas também porque Gabriel não deseja corromper a jovem Julianne. Esta podia ser mais uma história de amor igual a tantas outras, mas não é. Pode até ter alguns dos clichés da cartilha deste género, no entanto Sylvain Reynard sabe escrever, algo que poucas autoras neste segmento sabem fazer. Além disso pintou a sua historia com referencias a livros, pinturas e ao amor de Beatriz e Dante já que Gabriel é especialista no poeta italiano.

 

Fascinada como estava por Gabriel e Julianne depressa passei ao segundo livro, Gabriel's Rapture, onde encontramos Julianne e Gabriel a viver o seu amor com as dificuldades normais que uma relação tem. O segundo livro é na minha opinião um prolongar do primeiro e que podia de certa forma ter-se diluído no primeiro sem necessidade do segundo. Mas ainda assim é uma leitura agradável ainda que não seja tão inebriante como o primeiro.

Há cerca de um mês comecei a ler o terceiro. Inicialmente o terceiro livro não estava planeado, contudo a pressão dos fãs e da editora acabaram por tornar o livro real. Muita gente desejava saber como continuavam as vidas de Gabriel e Julianne. Antes de ler o terceiro li os dois primeiros e posso afirmar com toda a certeza: para mim a historia termina no primeiro livro, o que vem a seguir é complemento. Neste terceiro livro pouco ou nada acontece e por vezes o livro até é aborrecido. Sylvain Reynard não soube parar na hora certa e preservar uma bela história de amor. Nem todos terão a minha opinião, mas para mim este terceiro livro é completamente desnecessário. Além de fazer novela com algumas personagens e enredos e exagerar qualidades dos personagens, Reynard não soube explorar outros ângulos e criar aventuras mais interessantes para o seu casal de protagonistas.

 

A desilusão que sinto pelo terceiro livro não muda a minha opinião sobre os livros anteriores: são bons dentro do género, são bem escritos e ultrapassam a barreira do entretenimento a que este género parece condenado. São livros para ter na estante e reler com o mesmo entusiasmo da primeira vez, infelizmente esse entusiasmo só pode ser aplicado ao primeiro.

 

Contudo a desilusão não me inibe de esperar com alguma ansiedade o novo livro de Sylvain Reynard chamado The Raven, terá Florença como pano de fundo e a sinopse intrigou-me e despertou a minha atenção.



publicado por Vera às 11:22
O que nos move é a Paixão de Ler. Este blogue será dedicado às nossas leituras. É um espaço aberto para esgrimir opiniões sobre aqueles que são os nossos melhores amigos na solidão - Os Livros.
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
tags

642 things to write about

a arte perdida de guardar segredos

a cabana do pai tomás

a casa do destino

a fada do lar

a melodia do adeus ; nicholas sparks

a última carta de amor

aconteceu em roma; nicky pellegrino

além tejo

alessandro barricco

allan percy

amo-te teresa

amor e sedução segundo jane austen

amor utopia ou realidade?; valerio albis

ann brashares

ann radcliffe

as esquinas do tempo

as farpas

as mulheres casadas não falam de amor; m

as raparigas da villa

as serviçais; the help; kathryn stockett

as velas ardem até ao fim

carlos quiroga

catarina pereira araújo

charles dickens

colleen mccullough

como tornar-se doente mental

conto

cristina boavida

daniel j. skrasmesto

david copperfield

de mãos dadas com a perfeição

diana gabaldon

eça de queiroz

einstein para despistados

em nome da memória

em terra de cegos

espero por ti na abissínia

eva rice

evie blake

f scott fitzgerald

francesco alberoni; sexo e amor

gabriel garcia márquez

gabriel's inferno

gabriel's rapture

gabriel's redemption

gaby hauptmann

gary chapman; as cinco linguagens do amo

gente feliz com lágrimas

gentleman; klas ostergren; romance polic

guia para um final feliz

h.g. wells.

harriet

henry miller

j.l. pio abreu

j.r. r.tolkien

jane eyre

jasper fford

joão de melo

john boyne

jojo moyes

jonas jonasson; o centenário que fugiu p

jorge amado

josé rodrigues dos santos; o homem de co

kevin brockmeier

lauren henderson

lea vélez

lisa keyplas

luís sepúlveda; conto

mar morto

mário salgueiro

mário soares

mark twain

mary balogh

mataram o s.n.s.

meg cabot

million dolar baby; f.x. toole

mulher procura hotel de cinco estrelas c

nicky pellegrino

o amor nos tempos de cólera

o grande amor da minha vida. paullina si

o grande gatsby

o hobbit

o livor do amanhã; cecelia ahern

o meu encontro com a vida; cecelia ahern

o principezinho; a.g. roemmers

o rapaz da porta ao lado

o rapaz do pijama às riscas

o regresso do jovem príncipe

o segredo de sophia

o sorriso ao pé das escadas

obrigada pelas recordações; cecelia aher

olhos de cão

orlando

os mistérios de udolfo

outlander- nas asas do tempo

pássaros feridos

peito grande ancas largas; mo yan; guan

perca o peso certo; bob harper; a dona d

policial

todas as tags

RSS
blogs SAPO