Terça-feira, 06 de Março de 2012

O país perdeu a inteligência e a consciência moral. Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada, os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direcção a conveniência. Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida. Ninguém se respeita. Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos. Ninguém crê na honestidade dos homens públicos. Alguns agiotas felizes exploram. A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia. O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente. O desprezo pelas ideias aumenta em cada dia. Vivemos todos ao acaso. Perfeita, absoluta indiferença de cima a baixo! Toda a vida espiritual, intelectual, parada. O tédio invadiu todas as almas. A mocidade arrasta-se envelhecida das mesas das secretarias para as mesas dos cafés. A ruína económica cresce, cresce, cresce. As quebras sucedem-se. O pequeno comércio definha. A indústria enfraquece. A sorte dos operários é lamentável. O salário diminui. A renda também diminui. O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.

 

In As Farpas (edição de Outubro 2004), Maio de 1871

 

 

Não estranhem qualquer coincidência com a realidade actual, ou pelo menos, estranhem e depois entranhem. N'As Farpas, esta quase assustadora semelhança com a actualidade acontece de página para página. É um livro essencial para compreendermos este nosso país e para nos apercebermos da falta de originalidade que nos persegue desde o séc. XIX, uma vez que as críticas ferozes que Eça e Ortigão fazem nesta obra, mantêm-se, agravam-se, perpetuam-se. Embora a obra nos faça rir das nossas desgraças, é com esse ridículo que despertamos - um pouco como o efeito balde de água fria.

 

Não pude deixar de (re)publicar esta citação aqui neste novo espaço... estava a rever o meu Clube do Eça e não consegui ficar indiferente a tamanha genialidade!



publicado por Clara às 22:17
Incrivel como o país não mudou nada em tanto tempo. Vou mesmo ter que ler isto :)
Vera a 7 de Março de 2012 às 13:56

Meu deus...o blogue está lindíssimo!
Estou toda babada :P

Clara a 11 de Março de 2012 às 11:04

Também acho que o blogue está lindíssimo. :)
Parabéns!
Paula a 17 de Março de 2012 às 22:48

O que nos move é a Paixão de Ler. Este blogue será dedicado às nossas leituras. É um espaço aberto para esgrimir opiniões sobre aqueles que são os nossos melhores amigos na solidão - Os Livros.
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
30
31


arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
tags

642 things to write about

a arte perdida de guardar segredos

a cabana do pai tomás

a casa do destino

a fada do lar

a melodia do adeus ; nicholas sparks

a última carta de amor

aconteceu em roma; nicky pellegrino

além tejo

alessandro barricco

allan percy

amo-te teresa

amor e sedução segundo jane austen

amor utopia ou realidade?; valerio albis

ann brashares

ann radcliffe

as esquinas do tempo

as farpas

as mulheres casadas não falam de amor; m

as raparigas da villa

as serviçais; the help; kathryn stockett

as velas ardem até ao fim

carlos quiroga

catarina pereira araújo

charles dickens

colleen mccullough

como tornar-se doente mental

conto

cristina boavida

daniel j. skrasmesto

david copperfield

de mãos dadas com a perfeição

diana gabaldon

eça de queiroz

einstein para despistados

em nome da memória

em terra de cegos

espero por ti na abissínia

eva rice

evie blake

f scott fitzgerald

francesco alberoni; sexo e amor

gabriel garcia márquez

gabriel's inferno

gabriel's rapture

gabriel's redemption

gaby hauptmann

gary chapman; as cinco linguagens do amo

gente feliz com lágrimas

gentleman; klas ostergren; romance polic

guia para um final feliz

h.g. wells.

harriet

henry miller

j.l. pio abreu

j.r. r.tolkien

jane eyre

jasper fford

joão de melo

john boyne

jojo moyes

jonas jonasson; o centenário que fugiu p

jorge amado

josé rodrigues dos santos; o homem de co

kevin brockmeier

lauren henderson

lea vélez

lisa keyplas

luís sepúlveda; conto

mar morto

mário salgueiro

mário soares

mark twain

mary balogh

mataram o s.n.s.

meg cabot

million dolar baby; f.x. toole

mulher procura hotel de cinco estrelas c

nicky pellegrino

o amor nos tempos de cólera

o grande amor da minha vida. paullina si

o grande gatsby

o hobbit

o livor do amanhã; cecelia ahern

o meu encontro com a vida; cecelia ahern

o principezinho; a.g. roemmers

o rapaz da porta ao lado

o rapaz do pijama às riscas

o regresso do jovem príncipe

o segredo de sophia

o sorriso ao pé das escadas

obrigada pelas recordações; cecelia aher

olhos de cão

orlando

os mistérios de udolfo

outlander- nas asas do tempo

pássaros feridos

peito grande ancas largas; mo yan; guan

perca o peso certo; bob harper; a dona d

policial

todas as tags

RSS
blogs SAPO